Chucky, o brinquedo assassino.

Quando ouvimos o nome Chucky a primeira coisa que nos vem na cabeça é o boneco assassino. Isso só comprova o quanto esse filme ainda está presente mesmo depois de 24 anos. Desde o início do filme, na produção do roteiro, foi muito bem estabelecido como seria a aparência do boneco. Nada é por acaso: o fato de ele ser ruivo, ter sardas e olhos azuis são características propositalmente colocadas.

Chucky evolui no decorrer do filme. Começa como um boneco inocente, mas pouco a pouco vai se tornando mais humano e começamos a acreditar de fato que ele está vivo.  A perda das sardas, o engrossamento das sobrancelhas, os olhos que ficam mais profundos acabam com a cara de bonzinho.

O filme é recheado de efeitos especiais. Eles fazem com que, ao assistirmos, esqueçamos que se trata de um brinquedo de criança, como no nome original do filme – “Child’s play”. São usados alguns mecanismos para tornar isso possível. O boneco era controlado por joysticks, como se fosse um robô, tanto o corpo quanto as feições do rosto. Seus movimentos são completamente mecânicos propositalmente, afinal de contas ele é um boneco e se eles tivessem vida seria assim que se moveriam. Além disso, era colocada uma máscara que o deixava ainda mais real.

O making of do filme é muito claro e didático, mostrando passo-a-passo da construção desse personagem que foi e ainda é uma referencia na vida de muitas pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s